top of page

1,4 mil marcas abriram lojas em shopping no terceiro trimestre de 2022

Foi o segundo melhor resultado da série histórica, ficando atrás apenas do registrado no quarto trimestre de 2021, com 1.560 inaugurações


Mesmo com a alta dos custos, um total de 1.419 marcas inauguraram novas lojas em shoppings no terceiro trimestre de 2022. A informação é de levantamento feito pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).


O resultado representa um crescimento de 16,2% na comparação com o mesmo período de 2021, que contou com 1.221 marcas abertas nos empreendimentos. Sobre o segundo trimestre de 2022, a alta foi de 19%.


De acordo com o estudo, este foi o segundo melhor resultado da série histórica, ficando atrás apenas do registrado no quarto trimestre de 2021, com 1.560 inaugurações.


No terceiro trimestre do ano passado, os segmentos que mais se destacaram foram: alimentação e bebidas, ao reunir 26% das marcas; seguidos por vestuário (20%); artigos para o lar, decoração e presentes (6%); acessórios (5%); perfumaria e cosméticos (5%); calçados (5%); entretenimento (4%); telefonia e acessórios (4%); serviços estéticos (4%); relojoaria e joalheria (2%); livraria e papelaria (2%), artigos esportivos (2%); e óticas (2%).


Entre as marcas que mais inauguraram novas unidades estão: Natura (perfumaria e cosméticos), Magic Candies (alimentação e bebidas), Touti Cosmetics (perfumaria e cosméticos), The B-Burgers (alimentação e bebidas), Life by Vivara / Vivara (relojoaria e joalheria), Cololido Algodão Doce (alimentação e bebidas), Cheirin Bão (alimentação e bebidas), Ótica Chilli Beans (óticas), Cacau Show (alimentação e bebidas), Zinzane e Carter´s (vestuário) dividiram a 10ª colocação.


Outros destaques no período foram as entradas de novas marcas nos shoppings, como a Reversa (vestuário), Lenovo (eletrônicos), e Soneda Perfumaria (perfumaria e cosméticos).

Em relação ao segmento de Outlet, as empresas que chegaram foram Pernambucanas (departamentos) e Carter´s (vestuário).


O levantamento ainda constatou que no terceiro trimestre de 2022, o nível de vendas dos shoppings cresceu 13,8% em relação ao mesmo período de 2021.


Segundo o presidente da Abrasce, Glauco Humai, influenciadas pela evolução no modelo de negócios dos empreendimentos que incrementaram novas opções de lazer, entretenimento e serviços para atrair mais visitantes, as marcas sentem-se cada vez mais motivadas a expandirem seus negócios nos shopping centers.


"É muito positiva a evolução de marcas expandindo suas operações em shopping centers e atraídas por um ambiente em constante evolução. Somos reconhecidos como centros de conveniência e convivência, muito mais que um espaço de compras e os players enxergam o setor cada vez mais atrelado ao entretenimento e a experiência com seus produtos”, finaliza o executivo.



FONTE: dcomercio.com.br

Comments


bottom of page