CNC inicia atividades do projeto Vai Turismo


Nesta terça-feira (22), a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) deu um importante passo para resgatar o setor turístico no pós-pandemia. Com a realização do webinário Vai Turismo – Rumo ao Futuro, a entidade lançou o movimento que pretende integrar propostas e conectar instituições, a fim de recomendar políticas públicas a tempo das eleições de 2022.


O evento on-line, transmitido ao vivo pelo YouTube, teve mais de 1.400 inscritos e reuniu mais de 700 pessoas simultaneamente e contou com a participação de especialistas nacionais e internacionais. Na abertura da agenda, o presidente da CNC, José Roberto Tadros, apresentou o projeto e destacou a importância do setor para a economia brasileira.

“O turismo foi um dos setores que mais sofreram com a pandemia e ainda amarga prejuízos históricos durante a prolongada crise econômica e sanitária. Sabemos que, com planejamento e boa execução, o turismo pode ajudar a criar empregos no País, promover melhorias sociais e econômicas e proteger o meio ambiente”, afirmou Tadros.


O diretor da CNC e responsável pelo Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da Confederação, Alexandre Sampaio, destacou a importância de uma iniciativa que vai mapear as peculiaridades regionais e nacional para apontar um plano de desenvolvimento do setor. “Vamos criar um documento que seja realmente propositivo para definir os rumos do turismo no Brasil.”


Participaram da agenda Michel Julian, da Organização Mundial do Turismo (OMT); Lenier Toro, da Subsecretaria de Turismo de Medellín, que apresentou o case de turismo inteligente da cidade colombiana; Vitor Leal Pinheiro, coordenador de Campanhas do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA); e Sérgio Guerreiro, diretor coordenador da Direção de Gestão do Conhecimento e Inovação do Turismo de Portugal. O webinário pode ser assistido pelo YouTube do Cetur/CNC.


Já aderiram ao projeto as 27 Federações do Comércio (Fecomércios) de todos os Estados e mais do Distrito Federal e 27 associações representativas nacionais da cadeia produtiva do Turismo. Antes do término do evento, a CNC já havia recebido a primeira sugestão, feita pela Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais, por meio do site do projeto, o www.vaiturismo.com.br.


Conheça o Vai Turismo

Apoiado por todo o Sistema Comércio, entidades parceiras e instituições representativas do segmento, o projeto Vai Turismo visa contribuir para o debate público e embasar propostas e estratégias de governo dos candidatos que se apresentarem às eleições estaduais e nacional de 2022. A ação vai funcionar como uma grande consulta pública, envolvendo diferentes atores do trade, capitaneada pelas Federações do Comércio (Fecomércios), em todos os Estados e no Distrito Federal, e pela CNC, por meio do seu Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur/CNC). Ao final, formulará propostas de políticas públicas que serão entregues aos candidatos ao Poder Executivo nas próximas eleições.


Setor registra perdas recordes

Desde o início da pandemia, em março de 2020, o turismo brasileiro já perdeu R$ 355,2 bilhões em receita. Como resultado, o segmento fechou mais de 35 mil estabelecimentos com vínculos empregatícios só em 2020. O saldo negativo corresponde à maior perda anual desde 2016, quando o Brasil ainda sofria os efeitos da recessão, e representa um recuo de 13,9% em relação ao total, em 2019. O turismo brasileiro ainda opera bem abaixo da sua capacidade, com apenas 48% da possibilidade mensal de geração de receitas.


FONTE: CNC