Confiança do comerciante avança 0,7% em outubro

O indicador registra 129,7 pontos, superando em 1,3 ponto o patamar em que se encontrava antes da pandemia


O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), apurado mensalmente pela Confederação Nacional do Comércio (CNC), atingiu 129,7 pontos em outubro, o que representa um avanço de 0,7% em relação a setembro. A alta ocorre após dois meses de quedas.


O resultado levou o otimismo dos varejistas a superar em 1,3 ponto o nível de antes da pandemia (que era de 128,4 pontos em março de 2020).


Em relação a outubro de 2021, a confiança aumentou 8,8%, com destaque para a avaliação do desempenho atual da economia, que teve crescimento de 18,4%.


A percepção dos comerciantes sobre o desempenho da atividade econômica atingiu 104,5 pontos, avançando 3,8% no mês, percentual que levou esse indicador à zona de otimismo pela primeira vez desde março de 2020.


“A combinação entre a queda da inflação e as transferências de renda tem favorecido o poder de compra dos consumidores, o que naturalmente impulsiona a confiança do varejo nacional”, diz José Roberto Tadros, presidente da CNC, em nota.


A CNC projeta alta de 2,1% nas vendas de fim de ano.


MAIS CONTRATAÇÕES

Segundo a CNC, as vendas de final de ano, que terão o impulso da Copa do Mundo, elevaram a intenção de contratação, que avançou 4,5% em relação a outubro de 2021, embora esteja menor do que em setembro.


A Confederação informa que 82,8% dos varejistas consultados pretendem contratar mais colaboradores, maior proporção desde dezembro de 2013.


FONTE: dcomercio.com.br