Foram abertos 3,9 mi de pequenos negócios em 2021, diz Sebrae

O número é recorde, sendo que os microempreendedores individuais representam 80% desse volume


O número de pequenos negócios abertos em 2021 foi recorde. Levantamento do Sebrae mostra que mais 3,9 milhões de empreendedores formalizaram micro e pequenas empresas ou se registraram como microempreendedores individuais (MEIs) no ano passado.

O número representa crescimento de 19,8% em relação a 2020, quando foram abertos 3,3 milhões de negócios. Segundo o Sebrae, ao mesmo tempo que a pandemia forçou muitas pessoas a irem para o empreendedorismo por necessidade, ela também estimulou a busca desse meio de vida por oportunidade.

A figura jurídica do microempreendedor individual (MEI) respondeu por 3,1 milhões de negócios abertos no ano passado, 80% do total.

Em 2021, foram abertas 682,7 mil microempresas (17,35% do total), com faturamento de até R$ 360 mil por ano, recorde da série histórica para o segmento.

Também foram criadas 121,9 mil empresas de pequeno porte (2,65% do total). A categoria inclui empresas que faturam de R$ 360 mil a R$ 4,8 milhões por ano.


MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

Entre os MEIs, a atividade que mais se destacou nos últimos anos foi o comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios. Em 2021 foram registrados quase 204 mil microempreendedores individuais nesse ramo.

“Devido às suas características, essa atividade sempre se manteve entre as com maior número de formalizações, mas desde o início da pandemia ela passou a ocupar o primeiro lugar, superando o segmento de cabelereiros, manicures e pedicures, que esteve na primeira colocação no ranking durante os anos de 2018 e 2019”, diz Carlos Melles, presidente do Sebrae.

Segundo ele, as restrições impostas pela pandemia tiveram forte impacto no setor de beleza, que costumava liderar o ranking de formalização de MEI com as atividades de cabeleireiro, manicure e pedicure. No ano passado, foram registrados 134 mil MEIs nesses ramos.

O Sebrae ainda informa que a pandemia fez aparecer novas atividades no ranking formalização de MEIs. Entre elas as de transporte rodoviário de carga e o comércio varejista de bebidas.


VEJA O RANKING DE FORMALIZAÇÃO DE MEI DE 2021

  1. Comércio varejista de vestuário e acessórios: 203.804

  2. Promoção de vendas: 175.442

  3. Cabeleireiros, manicure e pedicure: 134.391

  4. Obras de alvenaria: 122.807

  5. Fornecimento de alimentos preparados para consumo domiciliar: 109.277

  6. Preparação de documentos e serviços de apoio administrativo: 107.025

  7. Restaurantes e similares: 81.126

  8. Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares: 77.626

  9. Transporte de carga, exceto produtos perigosos e mudanças: 75.217

  10. Comércio varejista de bebidas: 73.526


Fonte: Diário do Comércio.