top of page

Impostômetro chega ao primeiro trilhão de reais do ano na quarta-feira

No ano passado, esse mesmo montante foi alcançado sete dias mais tarde, o que mostra que neste ano a arrecadação acelerou. Segundo a ACSP, a inflação explica o aumento da velocidade


O Impostômetro, painel instalado na sede da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), no centro histórico da capital paulista, registrará, na quarta-feira (26), R$ 1 trilhão. Este é o montante pago pelos contribuintes brasileiros aos governos federal, estaduais e municipais desde o início deste ano. Entram na contabilidade impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros e a correção monetária.


No ano passado, a marca foi registrada sete dias depois. A explicação para que a arrecadação ocorra mais cedo de acordo com a análise do economista da ACSP, Marcel Solimeo, se dá, principalmente, pelo aumento da inflação. Solimeo lembra que parte dos impostos, incide sobre os preços dos produtos.


“A alta de impostos que tivemos aconteceu pelo aumento da inflação, que incide diretamente nos preços dos produtos e eleva a arrecadação”, disse.


A carga tributária de impostos tem um impacto direto na vida das pessoas, pois é a partir desses valores que o governo consegue investir em áreas importantes como saúde, educação, segurança pública e infraestrutura.


FONTE: dcomercio.com.br

Comments


bottom of page