Inflação aplaca, mas consumidor ainda sofre para pagar as contas

“Economix” também analisa o processo de desaquecimento da economia dos Estados Unidos e o pacote de estímulo da China

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), prévia da inflação oficial, recuou 0,73% em agosto, registrando a menor taxa da série histórica. Em 12 meses, o indicador acumula alta de 9,6%, deixando para trás, simbolicamente, a casa dos dois dígitos.

O Economix – podcast de economia e negócios da FecomercioSP – desta sexta-feira (26) analisa se a inflação entrou em trajetória decadente ou se as recentes taxas negativas são movimentos puxados por quedas de preços de bens e serviços específicos.

Além disso, o episódio destaca os efeitos negativos da alta generalizada dos preços na sociedade. Diversos levantamentos, como a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), da Federação, mostram que o brasileiro, mais endividado, tem enfrentado mais dificuldades para pagar as contas em dia, o que compromete a capacidade de consumo e as finanças familiares.

No cenário internacional, o programa avalia o ainda tímido processo de desaquecimento da economia norte-americana, sugerindo que o ciclo de alta dos juros está longe do fim.

A edição também traz considerações sobre o pacote de estímulo de US$ 146 bilhões de dólares anunciado pelo governo chinês, como forma de contornar a debilidade da atividade econômica.

FONTE: fecomercio.com.br