Inovação é a chave para a implementação de ações sustentáveis nos pequenos negócios

Mariana Lisbôa, “head” global da Suzano, destaca ações concretas que podem ser adotadas por MPEs

Os pequenos negócios podem usar a inovação como chave para avançar na agenda da sustentabilidade, segundo Mariana Lisbôa, head global de Relações Corporativas da Suzano, em entrevista ao Canal UM BRASIL – uma realização da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

“A inovação parte da criação de novas tecnologias, mas também de novas formas de se fazer a mesma coisa. Então, por exemplo, existe a possibilidade de se reutilizar a água das operações, reduzindo o desperdício, assim como implantamos na Suzano”, conta Mariana, em entrevista a Joyce Ribeiro.

Ela ainda comenta outras medidas que podem ser adotadas por micro e pequenas empresas, como a inclusão de mulheres e negros em posições de liderança – o que torna a visão empresarial mais diversa e ampla. “Cada um deve dar a sua contribuição na medida das suas possibilidades. São ações que podem (e devem) ser implementadas no sentido de se dar o primeiro passo”, afirma Mariana.

A executiva ainda lembra o protagonismo mundial do País quanto à energia limpa e ao mercado de carbono. “Cada vez mais países como o Brasil, que possui matriz energética limpíssima, serão valorizados e procurados, inclusive, para cadeias de suprimentos. Assim, a agenda ambiental está no topo do discurso dos agentes públicos, que também compreenderam a necessidade da adesão, de forma adequada, desta agenda para o crescimento econômico”, afirma.

FONTE: fecomercio.com.br