Investidor é atraído por empresas alinhadas com a agenda

Valéria Café, do Comitê ESG, destacou os motivos da preferência por negócios que adotem critérios ambientais, sociais e de governança


Além de apoiar o Fórum BandNews FM: ESG no Varejo, a Federação do Comércio Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) participou do evento, realizado ao vivo na última quarta-feira (31).

No encontro, Valéria Café, membro do Comitê ESG da Federação, destacou que, assim como o consumidor, o investidor tem sido atraído por empresas alinhadas com critérios ambientais, sociais e de governança, em razão de uma mudança no mercado.


“O empresário vai conseguir investimento externo de um jeito mais fácil se organizar e tornar transparentes os dados que envolvem o tema, porque isso também tem sido uma cobrança do mercado financeiro. Isso se tornou importante para o investidor, porque ele sabe que investir em ESG reduz os riscos e garante mais longevidade aos negócios”, disse Valéria.

O caminho para a adoção de práticas ESG traz inúmeros benefícios à sociedade, que espera que os líderes das organizações estejam focados no objetivo da agenda: modernizar a cultura das empresas, tornando-as socialmente responsáveis, ambientalmente sustentáveis e administradas de forma correta.

“Atualmente, não adianta mais prover serviços e produtos, apenas. É preciso ter serviços e produtos sustentáveis, e, para isso, a empresa precisa ser sustentável, diversa, estruturada, transparente. Ela deve prestar contas, ter responsabilidade coorporativa, ser ética acima de tudo, e que isso esteja na cultura do negócio”, afirmou Valéria, em entrevista concedida à rádio, após o evento.

Comitê ESG

Para subsidiar ações do Comitê ESG, a FecomercioSP realizou um levantamento com pequenas empresas estabelecidas na cidade de São Paulo. O comitê, ao pesquisar como o varejo enxerga as questões ambientais, sociais e de governança, constatou a urgente necessidade de disseminar conhecimento sobre o assunto.

“Com os pequenos negócios, o objetivo principal está, inicialmente, em levar conhecimento. Já as grandes empresas que compõem o comitê podem atuar em conjunto com a própria cadeia de fornecimento, para transformar os processos”, explicou Valéria.

O Comitê ESG também trabalha na divulgação de experiências vividas no ambiente de negócios.

Quer saber mais sobre a agenda ESG? Conheça as ações e propostas do Comitê ESG da FecomercioSP.

FONTE: fecomercio.com.br