top of page

Lula criará três grupos de trabalho para mudar legislação trabalhista

Lula anunciará criação de três grupos de trabalho para propor mudanças

na legislação trabalhista e na regra de reajuste do salário mínimo


Victoria Abel

17/01/2023 9:00, atualizado 16/01/2023 19:25


O presidente Lula vai anunciar, na quarta-feira (18), a criação de três grupos de

trabalho para propor mudanças na regra de reajuste do salário mínimo e

na legislação trabalhista.


As equipes devem ser montadas durante uma reunião de Lula e do ministro do

Trabalho, Luiz Marinho, com presidentes de dez centrais sindicais, na quarta.


A expectativa é de que o primeiro grupo de trabalho seja instalado no mesmo

dia, com objetivo de discutir o novo modelo de reajuste anual do salário mínimo.

Os sindicalistas propõem um cálculo de aumento real dos salários com a

recuperação da inflação, mais a média do PIB brasileiros dos últimos dois anos.


Legislação trabalhista

Os outros dois grupos devem ser montados ao longo dos próximos 30 dias e

terão a participação de empresários, para discussão tripartite das alterações na

legislação trabalhista.


Um deles vai elaborar regras para contratação de trabalhadores por aplicativo,

com direitos garantidos a entregadores e motoristas, por exemplo.


Incluir os trabalhadores de aplicativos na CLT foi uma das promessas de

campanha de Lula. O direito ao seguro de vida em caso de acidente é um dos

pontos mais destacados pelas centrais sindicais.


O terceiro grupo de trabalho a ser anunciado por Lula deve ficar responsável por

elaborar novas regras para a negociação coletiva entre trabalhadores e

empresas.


Os sindicalistas pedem, por exemplo, a volta da homologação trabalhista,

quando o processo de demissão é acompanhado por sindicatos e órgãos

estatais antes de ser formalizado.



FONTE: metrópoles

Comments


bottom of page