top of page

Perspectiva de queda da taxa de juros continua mesmo com atual manutenção da Selic em 13,75%

No âmbito internacional, Sacconato também debate a elevação em 0,25% na taxa de juros estadunidense


As informações publicadas no comunicado do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) ao decidir, por unanimidade, pela manutenção da taxa Selic em 13.75% são analisadas no mais recente Economix – podcast de economia e negócios da Federação do Comércio Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

“Em suma, não devemos ter aumento da taxa de juros na próxima reunião. Porém, provavelmente, com a continuidade na melhora de algumas condições é possível uma queda no começo do segundo semestre”, disse o economista André Sacconato. Para o especialista, a decisão pela manutenção é correta para que uma futura baixa de juros seja feita de forma mais segura.

No âmbito internacional, Sacconato também debate a elevação em 0,25% na taxa de juros estadunidense, atualmente, entre 5% e 5,25% ao ano. “A ata do Federal Reserve Board (FED), ao contrário do Copom, é dúbia. Basicamente, é um comunicado que não fala nada”, critica Sacconato, que ainda comenta a queda de alguns bancos regionais nos EUA.


FONTE: fecomercio.com.br

Opmerkingen


bottom of page