Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda pode ser a salvação para muitos empregos.


Imagem de Internet

Projeto de lei que está em andamento no Senado Federal, pode ser um alívio para muitas pessoas.


Isso porque, alguns impactos da pandemia do novo coronavírus foram a perda de 47,6 mil empregos e o fechamento de 60 mil empresas no estado de São Paulo.


Por meio do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (Pemer), o governo federal permitiu que as empresas diminuíssem as jornadas e os salários de forma proporcional, quando não suspendessem temporariamente os contratos de trabalho.


Na visão dos especialistas da Fecomércio, é importante que o Pemer seja aprovado ainda esse mês, com vigência até o final de 2021. Pois, muitas empresas pelo País estão fragilizadas há pelo menos três meses e meio, o que significa mais demissões e na pior das hipóteses, o fechamento das suas portas.


O PL 1058/2021, que prevê esta prorrogação até 31 de dezembro de 2021, segue em tramitação desde o início de março, no Senado, e deve ser votado ainda nesta semana