RP: Programa Inclusão Produtiva ofereceu 720 vagas em 2021


Fotos: Divulgação

O Programa Inclusão Produtiva, criado em junho de 2021, por meio de uma parceria das Secretarias de Inovação e Desenvolvimento e Assistência Social com o Sebrae, ofereceu, neste ano, 720 vagas de cursos voltados para pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Os cursos tiveram início em agosto e terminaram no mês de dezembro, com 45 turmas em 20 cursos diferentes, realizados em três locais distintos: SENAI, Escola Celso Charuri e na Obreiros do Bem.

“Oferecer profissão e habilidades empreendedoras para pessoas desempregadas ou em situação de vulnerabilidade social é uma maneira de trazermos mais dignidade para essas pessoas, promovendo a geração de trabalho e renda de maneira estável”, informa Eduardo Molina, secretário de Inovação e Desenvolvimento.

Com objetivo de oferecer habilidades técnicas e empreendedoras para gerar oportunidade e renda para os participantes, o programa é destinado a pessoas desempregadas, chefes de família em situação de vulnerabilidade social que estão a procura de trabalho ou mesmo interessados em abrir seu próprio negócio, com oportunidade de desenvolver seus conhecimentos.

São cursos em diversas áreas, como confecção de touca e gorro cirúrgico, diagnóstico e reparo de sistemas de climatização de veículos, técnicas de revestimento em paredes externas, pequenos reparos em edificações (elétrica, hidráulica e pintura), sobremesa e bolo no pote, técnicas básicas em serralheria em aço e alumínio, técnicas de costura, modelagem de roupas moda plus size, ajustes e reformas de roupas, polimento automotivo, fabricação de pizzas e salgados assados, fabricação de bombons, cupcakes e bolos caseiros, fabricação de pães doces e semidoces, fabricação de produtos de confeitaria.


Fonte: PMRP