Seis dicas para os clientes se sentirem seguros no seu salão de beleza

Fidelize a clientela ao mostrar que seu estabelecimento está adaptado aos protocolos sanitários


Ambientes pequenos e necessidade de contato físico do profissional com o cliente são algumas das especificidades que merecem atenção especial nas atividades do ramo de beleza durante a pandemia.

Separamos seis dicas para você transmitir segurança e fidelizar a clientela.

Protocolos sanitários

Avise aos clientes que todos os colaboradores estão por dentro dos protocolos sanitários e de segurança. Informe sobre o(s) treinamento(s) feito(s) e ressalte que essas palestras serão periódicas. Aqui, o objetivo é mostrar aos frequentadores que todos entendem a importância das medidas e que eles sabem aplicar os protocolos na rotina do estabelecimento.

Rotina de testagem dos funcionários

Mostre que os colaboradores do espaço passam por aferição da temperatura diariamente antes do início da jornada e que o estabelecimento saberá como lidar caso algum deles apresente ou apenas relate sintomas da doença.

Organização do atendimento

Para aumentar a segurança de todos, comunique aos clientes que os atendimentos serão realizados, preferencialmente, mediante agendamento prévio. Vale lembrar que poderão ser realizados atendimentos em domicílio, desde que seguidos os protocolos de higiene por parte do profissional e do cliente; já nos estabelecimentos, todo atendimento deve ser feito de forma individualizada, com capacidade reduzida.

Distanciamento social

Disponibilize cartazes em locais visíveis sobre o distanciamento mínimo de 1,5 metro e o uso obrigatório de máscaras. A instalação de barreira de proteção acrílica nos caixas, balcões de atendimento e recepções também aumenta a credibilidade do estabelecimento diante do cliente, que entende que o local está se precavendo o máximo possível.

Higiene

Deixe sempre à mostra, para clientes e profissionais, álcool em gel 70% para higienização das mãos.

Sanitização de ambientes

Divulgue que o estabelecimento é higienizado diariamente antes da reabertura e após o fechamento e que durante o uso de equipamentos e produtos de uso comum, como máscaras, shampoos e condicionadores, os colaboradores irão higienizar as mãos.


Fonte: FecomercioSP