top of page

Vendas em shoppings crescem 15,2% em janeiro ante igual mês de 2022

Os dados da Abrasce, associação que representa o setor, apontam ainda que o tíquete médio de vendas nos shoppings ficou em R$ 119,68 no mês


As vendas nos shoppings tiveram uma alta de 15,2% em janeiro deste ano, quando comparadas com o mesmo mês de 2022, informou nesta sexta-feira, 3/03, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). Em relação ao desempenho do período pré-pandemia, as vendas tiveram crescimento de 0,6%.


Segundo dados do Monitoramento de Mercado Abrasce - Índice Cielo de Varejo em Shopping Centers (ICVS-Abrasce), o tíquete médio de vendas nos shoppings ficou em R$ 119,68 em janeiro. Já o valor médio das lojas de rua foi de R$ 86,39.


As localidades que apresentaram resultados acima da média nacional no mês, em relação a janeiro de 2022, foram: Centro-Oeste (18,2%) e Nordeste (17,2%). O Sudeste teve aumento de 14,8%, seguido pelas regiões Sul (14%) e Norte (6,5%).


A Abrasce destaca que o mês registrou aumento no número de frequentadores nos empreendimentos, que contribuiu também para o resultado positivo das vendas. O fluxo de pessoas, segundo dados do IPEC e Mais Fluxo, cresceu 19,3% em relação ao mesmo período de 2022, representando a taxa mensal mais alta desde julho do ano passado.


O presidente da Abrasce, Glauco Humai, destaca em nota que o setor vem demonstrando uma recuperação consistente das perdas do período pré-pandemia. Ele observa que a normalização da atividade econômica, com consequente avanço nas taxas de empregos, vem permitindo maior mobilidade de pessoas e vendas nos empreendimentos.


"Fechamos 2022 com ótimos resultados e iniciamos este ano com uma boa performance. Estimamos alcançar um crescimento nas vendas de 14,6% ao longo de 2023. O aumento no fluxo de visitantes nos shoppings é um sinal positivo para o começo do ano", afirma o executivo.


FONTE: dcomercio.com.br

bottom of page