top of page

79% dos consumidores de beleza acessam site da marca para pesquisar antes de comprar

Ter acesso a informações e avaliações do produto também é essencial para que a venda se realize


Os consumidores de beleza brasileiros procuram informações de produtos de beleza nos sites oficiais de suas marcas antes de comprar. Independente da venda ocorrer em loja física ou online, dentro ou fora do ecossistema da marca, os compradores querem checar detalhes e verificar a confiabilidade do produto previamente à decisão de investir ou não seu dinheiro.


É isso que revela uma pesquisa realizada pela Lett em parceria com o Opinion Box. O levantamento teve como objetivo compreender melhor o comportamento do brasileiro no segmento de Saúde, Higiene e Beleza no e-commerce. Foram entrevistados 2.140 pessoas, de diferentes estados brasileiros, maiores de 18 anos.


O estudo também apontou que o setor de Perfumaria e Cosméticos (Beleza e Higiene Pessoal) teve um crescimento de 14% em relação ao número de pedidos online em 2021, de acordo com a 45º Webshoppers Ebit/Nielsen. Além disso, houve um aumento de 23% no número de pedidos online de saúde no mesmo ano. Confira alguns achados importantes da pesquisa.


Marcas em alta entre os consumidores de beleza

As marcas de beleza favoritas para comprar produtos do segmento são as gigantes O Boticário (30,9%), Natura (20,8%) e Avon (8,7%). No entanto, as lojas onde o maior volume dessas compras se realiza não coincide com as plataformas oficiais das marcas.

Nesse cenário, as grandes varejistas nacionais e internacionais entram com papel de destaque no escoamento das mercadorias de beleza. Assim, as lojas online nas quais os entrevistados já compraram produtos do setor são, principalmente, Americanas (62,4%), Magazine Luiza (37,9%) e Amazon (29,3%).


As drogarias ficam logo atrás, apresentando bom desempenho nas vendas online entre os consumidores de beleza, além de algumas perfumarias famosas como Ikesaki e Beleza na Web.


Comportamento de compra

Segundo o estudo, perfumes, cuidados com a pele e produtos de saúde superam as compras de itens mais específicos de beleza, como maquiagens e esmaltes, no que diz respeito às compras mais realizadas através da internet. Os números indicam que a preocupação com o bem-estar segue em alta entre a população brasileira.

Além disso, preço, promoções e frete são fundamentais na decisão de compra dos consumidores de beleza, que estão dispostos a pesquisar cada vez mais antes de adquirir mercadorias.


Nesse sentido, para 82,1% dos consumidores o conteúdo nas páginas de produto influencia a decisão de compra, sinalizando aos e-commerces de beleza que devem aprofundar o foco em avaliações e comentários de outros consumidores de beleza e informações sobre os produtos.


FONTE: https://negociosdebeleza.beautyfair.com.br/

Commentaires


bottom of page