Demanda do mercado de beleza aumenta 73% em um ano


O cenário para o mercado de beleza tem sido desafiador nos últimos dois anos com a diminuição de clientes por conta das restrições que foram necessárias. Mas agora, o setor que engloba salões, barbearias, clínicas de estética, esmalterias e spas, começa a perceber a retomada e os estabelecimentos estão ansiosos para voltar a receber a demanda que tinham em 2019. O mercado já vem registrando agendas cheias para dezembro e os dados comprovam o crescimento. Se compararmos os serviços realizados em novembro/20 e em novembro/21 o aumento é de 73% em um ano, com aumento médio de 10% ao mês ao longo do segundo semestre de 2021.

Os dados foram levantados pela Avec, maior empresa de tecnologia para o setor de beleza e bem-estar, que avaliou a movimentação dos mais de 40 mil espaços em todo o Brasil que contam com suas soluções, no período de julho a novembro de 2021. De acordo com o levantamento, o mercado está sentindo o reaquecimento e se adaptando para conseguir atender a demanda que não se via há algum tempo. “Os estabelecimentos de beleza e bem-estar estão animados com a crescente demanda e investindo não só em segurança, mas também em recursos tecnológicos que facilitem a visita desses clientes como agendamento online e pagamento digital”, explica Artur Dias, CMO da Avec.

Além da crescente demanda, também foi possível avaliar as sete cidades que mais realizaram serviços de beleza e bem-estar ao longo do semestre: São Paulo lidera o ranking, seguida de Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Goiânia, Rio de Janeiro e Recife. E as que mais cresceram foram: Curitiba, com aumento de 105% de julho até o momento, Rio de Janeiro com 68% de crescimento no período e São Paulo com 20%.

Se dividirmos o setor em sub-segmentos mais movimentados no semestre, temos: salões de beleza como os que mais recebem demanda, seguidos de barbearias, clínicas de estética, esmalterias, salões infantis, spas e estúdios de tatuagem. Se compararmos o crescimento durante o período, as clínicas de estética, salões infantis e os spas são os que mais registraram aumento ao longo do semestre, com 65%, 41% e 30% de acréscimo nos serviços realizados respectivamente.


Fonte: https://monitormercantil.com.br/demanda-do-mercado-de-beleza-aumenta-73-em-um-ano/